Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Instituto de Desenvolvimento Humano Integral Aplicado
Secções

A Psicologia das cores

As cores do teu negócio

A cor e a temperatura percecionada

A cor de uma parede pode realmente mudar a forma como a pessoa percebe a temperatura. As cores quentes, como laranja, vermelho e amarelo podem levar as pessoas a pensar que a temperatura da sala é mais quente do que realmente é. Por seu lado, cores frias, como azul, verde e roxo de luz levam as pessoas a estimar a temperatura é mais fria.

Os proprietários de um negócio podem usar isso como vantagem, controlando, por exemplo, os custos de climatização. Por exemplo, a sala é fria, pintando a porta de entrada uma cor quente sugere que o seu o ambiente é alguns graus mais quente do que realmente é.

Evocando respostas emocionais

 

Sally Augustin, Phd em psicologia e especialista reconhecida mundialmente em Psicologia das cores, afirma que a cor evoca respostas emocionais semelhantes na maioria das pessoas. No entanto, não há verdades universais no que à cor diz respeito. Pessoas de diferentes culturas têm pensamento diferentes e diferentes emoções a respeito de determinadas cores. Além disso, uma experiência passada de uma determinada pessoa pode afetar sentimentos sobre uma cor. Mas, apesar das exceções, existem algumas generalidades básicas sobre como determinadas cores evocam respostas emocionais e comportamentais específicas.

 

Significado das cores

 

Verde - Criatividade

Pensamento mais amplo e pensamento criativo. Apela à produtividade.

 

Vermelho – Redução do pensamento analítico

As reações são mais rápidas e fortes, mas tendem a ser de curta duração.

Dificulta a concentração.

 

Azul – tranquilidade

È comummente aceite. A estatística diz que é a cor que mais pessoas declaram como favorita.

Consensual.

 

Amarelo – seletividade

Poucos fãs embora convictos. Não serve para apelar às massas.

 

Laranja – Valor

É associada a um bom valor.

A perceção geral é que o que está por detrás desta cor tem valor.

 

Rosa – Calma

Ótima para espaços de mediação ou meditação e salas de reuniões (que se pretendam calmas)

 

Branco - Tédio

O branco tem um apelo moderno. Uma sala totalmente branca pode provocar falta de estimulação.

 

Alterar Cores

A melhor coisa das cores, é que podem ser alteradas quando quiseres.

Pensa bem antes o teu espaço. Pensa o que queres provocar nas pessoas que la trabalham e nas pessoas que o vão visitar.

Não vai ser certamente a cor da parede que vai determinar em concreto o que se vai passar na sala, mas é certo que pode impulsionar ou refrear as emoções e os comportamentos das pessoas que contatam com elas.

 

Adaptado por Carlos Pinto de:

http://www.forbes.com/sites/amymorin/2014/02/04/how-to-use-color-psychology-to-give-your-business-an-edge/

Acções do Documento